terça-feira, 27 de novembro de 2012

Metodo das Partidas Dobradas, sua lei no brasil e como lançar.


Método das Partidas Dobradas  descrito pela primeira vez por Luca Pacioli no livro "Summa de Arithmetica, Geometria proportioni et propornaliti" em 1494, é o sistema-padrão usado em empresas e outras organizações para registrar transações financeiras.



LEI No 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964.




TÍTULO IX
Da Contabilidade
CAPÍTULO I
Disposições Gerais
        Art. 83. A contabilidade evidenciará perante a Fazenda Pública a situação de todos quantos, de qualquer modo, arrecadem receitas, efetuem despesas, administrem ou guardem bens a ela pertencentes ou confiados.
        Art. 84. Ressalvada a competência do Tribunal de Contas ou órgão equivalente, a tomada de contas dos agentes responsáveis por bens ou dinheiros públicos será realizada ou superintendida pelos serviços de contabilidade.
        Art. 85. Os serviços de contabilidade serão organizados de forma a permitirem o acompanhamento da execução orçamentária, o conhecimento da composição patrimonial, a determinação dos custos dos serviços industriais, o levantamento dos balanços gerais, a análise e a interpretação dos resultados econômicos e financeiros.
        Art. 86. A escrituração sintética das operações financeiras e patrimoniais efetuar-se-á pelo método das partidas dobradas.


  • Débito: Conta Caixa (Ativo);
  • Crédito: Conta Capital (Patrimônio Líquido ou Passivo não Exigível).


  • No I Congresso Brasileiro de Contabilidade
     realizado em 1924, foram aprovadas quatro fórmulas de escrituração baseadas no método das partidas dobradas:

    • 1ª fórmula: um débito para cada crédito
    • 2ª fórmula: um débito e vários créditos
    • 3ª fórmula: vários débitos e um crédito
    • 4ª fórmula: vários débitos e vários créditos


  • Para cada venda a uma entrada e para Saída a uma Compra .